véra stedile zattera

A Pesquisa:
Nossos estudos, iniciados em 1969 e junto à Universidade de Caxias do Sul, voltaram-se, principalmente, ao desenvolvimento histórico das fibras e das tramas usadas pelos habitantes do Rio Grande do Sul e que, por conseguinte, vestiram o povo gaúcho. O exame subsequente e metódico desta coleta de dados e, consequentemente, do vestuário usado no Brasil e no cone-sul da América oportunizou a produção de exposições e de edições de livros e mídias.

Achamos importante desnudar a obtenção deste conhecimento e sua linha natural de aprimoramento. Ser particular descendente do grupo social italo-gaúcho nos envaidece. Nossa identidade não desmerece, no entanto, a das outras regiões. É importante sabermos que em nosso perfil regional temos sinais identificadores - igualdades versus desigualdades - que nos caracterizam distintamente perante a comunidade global.

The Research:
Our studies, initiated in 1969 and at the University of Caxias do Sul, turned mainly to the historical development of the fibers and the frames used by the inhabitants of Rio Grande do Sul and that therefore the people dressed gaucho. The subsequent and methodical examination of this data collection and, consequently, the clothing worn in Brazil and Southern Cone of America oportunizou-production and exhibition of editions of books and media.

We uncover important to obtain this knowledge and its natural line of improvement. Being a descendant of the particular social group Gaucho in Italian-conceited. Our identity does not diminish, however, other regions. It is important to know that we have in our regional profile identifying marks - equality versus inequality - that characterize us distinctly before the global community.

Canvas / DotDigital vsz@zattera.com.br